MEU LIVRO - EDITORA CORPOS - PORTUGAL

sábado, 10 de abril de 2010










A Amizade e o Sorriso




A Amizade

queria muito conquistar

o Sorriso,

mas não sabia o que fazer,

para dele se aproximar

e um sorriso ganhar.

Pensou em várias maneiras,

sem se decidir

por onde começar.

Depois de muito pensar,

resolveu que do Sorriso

precisava se aproximar.

Como era muito espontânea

e o Sorriso muito encabulado,

achou que poderia conquistá-lo

falando coisas engraçadas.

Só não sabia se com isso,

conquistaria o Sorriso,

que se mantinha em um canto,

muito quieto,

quase calado.

A Amizade se aproximou

com cautela,

pisando suave, delicado.

Rodopiou,

fez molecagem

e o Sorriso,

lá num canto, calado.

Parecia que não havia nada

que fizesse o Sorriso

desfazer a cara amarrada.

Então a Amizade se aproximou,

tentou, tentou

e enfim o sorriso

naquele rosto calado,

desabrochou.

Foi quando a Amizade percebeu

esse sentimento chamado

Generosidade,

que nasce de um momento

chamado Sinceridade,

que é o que faz o Sorriso

Desabrochar, sem maldade....



Débora Benvenuti
Postar um comentário