MEU LIVRO - EDITORA CORPOS - PORTUGAL

sábado, 13 de julho de 2013

A Depressão e a Esperança



A Depressão era um ser incompreendido.
Vivia num canto escuro
e raras vezes via o clarear do dia.
Sentia-se só e deprimida
e muitas vezes era invadida
 por pensamentos negativos
e por mais que quisesse,
não conseguia se levantar
do lugar onde ficava o dia todo
a se lamentar.
Queria muito dessa inércia se libertar,
mas não sabia o que fazer
e nem a quem recorrer.
Os amigos tentavam em vão
dizer palavras de incentivo
e quanto mais se esforçavam
mais a Depressão se amargurava.
Um dia, já cansada e desmotivada
saiu pela estrada,
arrastando o seu pesado fardo.
Quanto mais caminhava,
mais desalentada ficava.
Aproximou-se de um riacho
de águas cristalinas
e viu seu reflexo na água refletido.
Observou com mais cuidado
e pensou ter escutado
uma voz que vinha do
fundo do  riacho.
Era uma voz melodiosa
que encantou aos seus ouvidos.
Falava de Esperança
e de um amor não correspondido.
Mesmo assim, acreditava
que a Vida era maravilhosa.
Não havia nada no mundo
que pudesse ser melhor
do que ver o dia amanhecer.
Acreditar nos sonhos
e não deixar a Esperança
adormecer.




Débora Benvenuti
Postar um comentário