MEU LIVRO - EDITORA CORPOS - PORTUGAL

quinta-feira, 27 de maio de 2010

A ALMA DA IMAGINAÇÃO





A Alma da Imaginação

  

A Imaginação estava assustada,
mas fingia que não sabia de nada.
Percebia que toda a vez que refletia,
mais alguém se metia
nos seus pensamentos
sem o seu consentimento.
Isso lhe causava muitos aborrecimentos.
Decidia que faria alguma coisa
e nem mesmo concluía o seu pensamento
e já mudava tudo
sem qualquer esclarecimento.
Muitas vezes se perdia
e não entendia as coisas
que lhe acontecia.
Parecia que tudo o que vivia
e os lugares que visitava,
não lhe eram desconhecidos.
Algum dia ali estivera
e sabia tudo como era.
O momento seguinte era igual
a outros tantos momentos
iguais a esse que vivia.
E até o que dizia,
já havia dito um dia.
Sua Alma inquieta
então lhe confidenciou
como tudo isso acontecia.
Enquanto a Imaginação dormia,
ela vagava pelo infinito
e fazia tudo como fora descrito
e num livro deixava escrito,
para que a Imaginação entendesse
que o que acontecia
um dia já fora escrito
e ela apenas teria
que traduzir esse manuscrito.


Débora Benvenuti


Postar um comentário